Responsável pelo Estacionamento Rotativo de Orleans esteve na Câmara Municipal respondendo questionamentos

16

O responsável pela empresa Hiper Off, gestora do Estacionamento Rotativo de Orleans esteve na tribuna da Câmara de Vereadores nesta segunda-feira (24). Edivelton Antonio Wischral falou sobre a implantação do serviço e respondeu todas as dúvidas dos vereadores presentes.

Edivelton parabenizou o legislativo por elaborarem a Lei que permite o Estacionamento Rotativo na cidade. “Iniciamos a nossa operação no dia 21 de maio com a campanha de divulgação e orientação aos usuários e a partir desta última sexta-feira (21) começamos a fiscalização. Agora está valendo o Rotativo na cidade de Orleans. É muito importante parabenizar essa casa, porque os vereadores aprovaram uma lei que a empresa tem que seguir”.

- Anúncio -

Na sua fala também colocou a empresa à disposição para tirar todas as dúvidas do público. “Mesmo com a campanha de divulgação e orientação sempre terá dúvidas, então nosso escritório fica com as portas abertas e as monitoras disponíveis. O escritório fica na Galeria Zomer e Berger para qualquer dúvida que o usuário tiver”, comenta.

Edivelton também pediu respeito às monitoras e destacou que elas têm o apoio do Botão de Pânico para qualquer problema que surgir. “Importante também orientar que as nossas monitoras trabalham com um sistema digital. E hoje uma das nossas monitoras teve que usar o botão de pânico. Quando a monitora tem alguma situação diversa na rua, ela aciona o botão de pânico. Automaticamente é encaminhado para a nossa central e prontamente a gente intervêm na situação. Temos uma lei muito bem elaborada por todos, executivo e legislativo, e toda a sociedade acompanhou a implantação dessa lei. Peço que tenham mais respeito com as nossas monitoras, elas são todas funcionárias do próprio município”, ressalta.

Sobre as experiências dos usuários, Edivelton destaca que há muitos elogios ao sistema. “Temos o ponto positivo que muitas pessoas estão elogiando o nosso sistema. Muitas pessoas baixaram o nosso aplicativo e estão usando o sistema rotativo. Teve várias situações de comércio, que a gente está fazendo o feedback e procurando conversar com a população, e tendo um retorno muito positivo”, comemora.

O responsável ainda disse, por meio de conversas com os usuários, decidiram implementar um novo modo de adquirir o crédito usado no Estacionamento Rotativo. A novidade é a Raspadinha, como explica Edivelton. “Íamos iniciar apenas com o sistema digital, com o e-ticket ou via aplicativo. Com o e-ticket a pessoa compra quantos quisesse e quando para com o carro procura o ponto de venda, a monitora ou no próprio aplicativo habilita a sua vaga. Hoje em conversa com vários usuários, Departamento de Trânsito e a empresa, optamos por evoluir e implantar a Raspadinha, que já está muito bem falado no comércio e facilitou muito a nossa operação. Como funciona a raspadinha? O usuário pode adquirir quantas raspadinhas quiser. Ao parar o veículo ele vai destacar o cartão, vai colocar o mês, o dia e a hora que ele estacionou o veículo e vai deixar em um local visível no para-brisa”, explica.

Após sua fala, Edivelton respondeu todas as dúvidas dos vereadores orleanenses.

Confira os principais pontos abordados:

  • Quando a vaga é ativada pelo aplicativo não é necessário procurar as monitoras.
  • O aplicativo já está disponível no Google Play como E-rotativo Digital, para sistema Android. Para aparelhos Apple também estará disponível no prazo de duas semanas, já que o aplicativo necessita de liberação da empresa.
  • Há 12 pontos de venda em lojas da cidade. “Na semana que vem, a própria placa do Rotativo vai estar direcionando o usuário para o ponto de venda mais próximo. Isso é muito importante para todos os turistas ou pessoas de outras cidades quando estacionam no centro para terem uma referência”, comenta Edivelton.
  • Há vagas para paradas rápidas, que a partir dessa semana vão estar sinalizadas. Quem vai fiscalizar essas vagas será o município, através de um agente de trânsito que já está recebendo treinamento.
  • Há oito monitoras e a empresa está em processo de contratação de novas funcionárias. Edivelton ainda destacou que a função das monitoras é fiscalizar. “Os usuários têm que comprar crédito antecipadamente. A monitora está ali também para vender, mas não é papel dela correr atrás de cliente. Temos uma área muito grande para fiscalizar e vamos fazer isso. Por isso que oriento a população a comprar as raspadinhas ou usar o meio digital”, orienta.
  • Sobre o limite máximo de 2 horas para deixar o carro estacionado, o responsável destaca que esse é um dos pontos estabelecido na própria Lei Municipal, que regulamenta o serviço de Estacionamento Rotativo na cidade. “O pessoal não está reclamando por pagar, mas por ficar apenas duas horas na vaga. A ideia do Rotativo é isso mesmo, fazer a rotatividade”, ainda destaca.
  • Muitas dúvidas surgiram sobre o Aviso de Irregularidade (AI) em que as monitoras fazem quando não há o pagamento do estacionamento ou ultrapassa o tempo permitido. O AI é emitido pela empresa, que dá o prazo de cinco dias para a regularização. Para fazer isso é necessário ir até o Escritório Central da empresa, que fica no térreo da Galeria Zomer e Berger, e pagar o valor de R$ 15, que será revertido em crédito para o cliente. Se passar o prazo e não houver a regularização, a empresa encaminhará o AI para o Departamento de Trânsito da cidade. No Departamento, será analisado à irregularidade e se for confirmada a infração será revertida em multa e aplicação de cinco pontos na carteira de motorista.
  • As formas de pagamento disponíveis no aplicativo do Rotativo também foram assunto de questionamento dos vereadores. Hoje é permitido a compra apenas por meio de cartão de crédito. “Estamos trabalhando para que o cliente possa comprar via boleto, para que o cliente possa pagar como quiser, por meio de crédito ou débito”, respondeu o Edivelton.
  • O responsável da empresa ainda destacou que estão abertos a sugestões e ideias para melhorar o serviço. “Gostaria de ouvir todas as opiniões e deixar a empresa a disposição. Pode fazer contato pelo nosso site e pelo aplicativo”.
  • Um relatório com os resultados e a prestação de contas do sistema de Estacionamento Rotativo será apresentado daqui 30 a 60 dias. Por meio do relatório será discutido ideias de melhorias e modificações no serviço, para atender as necessidades da população.

Fonte: SulInFoco

Por: Deivis W. Fernandes