Home Destaque Professor é demitido por expor “conteúdo inapropriado” em Criciúma

Professor é demitido por expor “conteúdo inapropriado” em Criciúma

Um professor ministrava sua aula de Artes a uma turma de nono ano da Escola Municipal Pascoal Meller, no Bairro Santa Augusta, em Criciúma. Era para ser mais uma aula na manhã desta terça-feira (24) mas, a certa altura, a exposição de um clipe para os estudantes causou enorme repercussão e levou o professor, contratado em caráter temporário, a perder o emprego.

Ao tomar conhecimento do conteúdo, logo em seguida da aula, um pai de aluno começou a disparar a informação para diversas fontes. O vídeo rapidamente viralizou. Trata-se de um clipe do rapper Criolo, da música Etérea. O prefeito Clésio Salvaro (PSDB) classificou o clipe como “viadagem” e anunciou a demissão do professor.

- Advertisement -

“Já estou determinando a imediata exoneração daquele professor que em sala de aula expôs um vídeo erotizado, inapropriado, para alunos do município. Nós não permitimos, não toleramos, está demitido esse professor – informou Salvaro, no começo da noite desta quarta-feira (25). – Nas escolas do município, enquanto eu estiver aqui de plantão, isso não vai acontecer. Essa viadagem na sala de aula nós não concordamos” sublinhou.

Em nota, a Secretaria Municipal de Educação comunicou que o conteúdo do clipe não faz parte do plano de ensino, e que trata-se de “conteúdo inapropriado”. Salvaro convocou os pais a continuarem denunciando situações semelhantes. – Se os pais souberem de algo parecido exposto aos seus filhos, entre em contato que o professor ou profissional que expor, que apresentar esse tipo de comportamento, será exonerado de forma imediata, sem chances de continuar sendo funcionário da prefeitura – completou.

Veja o vídeo:

Não é a primeira vez que o prefeito Salvaro utiliza o termo “viadagem” para opinar sobre questões de gênero. Em 2017, após assistir uma reportagem no Fantástico, da Rede Globo, ele disparou: “que pouca vergonha essa reportagem agora há pouco no Fantástico, sobre meninos e meninas. Um verdadeiro estímulo à viadagem!!!”. Em seguida, Salvaro apagou a postagem, se dizendo arrependido da manifestação.

Denúncia partiu de pais de alunos

O assunto foi denunciado por pais de alunos que distribuíram a informação. Poucas horas depois a advogada e jornalista Júlia Zanatta disparou nas redes sociais. Júlia foi candidata a prefeita de Criciúma em 2020 pelo PL e ocupa, atualmente, a coordenadoria Regional Sul da Empresa Brasileira de Turismo (Embratur).

“Um pai me ligou em seguida do meio dia mostrando o vídeo. E conclui que aquilo é inadequado, não é assunto para sala de aula, e resolvi denunciar – informou. – É um conteúdo altamente erotizado e que não vai fazer diferença para a formação dos estudantes – destacou. De posse do vídeo, Júlia encaminhou para o vice-prefeito Ricardo Fabris (PSD), para o secretário municipal de Educação, Miri Dagostim, e para alguns vereadores de Criciúma. – Esse professor extrapolou -” opinou.

Fonte: NSC Total

Por: Deivis W. Fernandes / RCNoticia

- Anúncio -