PM é acionada para conter baderna e consumo de drogas em praça de Laguna (Veja Video)

5

A tropa de Choque precisou entrar em ação durante a madrugada deste domingo 17, na Praça Nelson Moreira Netto, conhecida como Praça do Villa, no bairro Mar Grosso.

Segundo apurado pelo Portal Agora Laguna, por volta das 01h40, a PM montou uma operação para desobstruir as vias nas proximidades da praça, por conta do grande aglomero de pessoas, som alto, consumo de drogas ao ar livre e algumas confusões que já haviam sido registradas no local e foi recebida por gritos ofensivos e objetos, como pedras e garrafas, que foram lançadas contra os militares que acabaram se ferindo.

- Anúncio -

Uma policial feminina precisou ser encaminhada ao Hospital de Caridade Senhor Bom Jesus dos Passos, com um ferimento na cabeça provocado por uma garrafa jogada contra a PM. O autor não foi identificado. A policial levou cinco pontos na cabeça e passa bem. Outros quatro policiais militares também foram atingidos.

Divulgação

A PM revidou com gás lacrimogêneo e bala de borracha para dispersar os envolvidos. Não foi possível identificar os agressores, que acabaram saindo correndo do local em meio a multidão. Câmeras de segurança devem auxiliar nas investigações.

De acordo com uma moradora do entorno da praça, os baderneiros não tinham abadás e não estavam dentro do evento. “Naquela praça, ninguém tinha os abadás das atléticas. Eles gritavam em alto e bom som: ei, polícia, vai tomar no c*. Bela ação da polícia, pois trouxe a calma para o povo de novo”, disse ela ao Portal.

Nas redes sociais, outros flagrantes de danos ao patrimônio público foram registrados, como bancos e lixeiras quebrados e assim como no ano passado, jovens subiram no monumento do boto pescador, no Molhes da Barra.

“Foi uma ação necessária para desobstrução das vias. Ocasião em que a Polícia Militar foi recebida a pedradas e garrafadas. Quatro policiais militares levemente feridos e uma com um pouco mais de gravidade. Após, foi restabelecida a ordem pública”, resumiu o comandante do 28° Batalhão da PM de Laguna, tenente-coronel Rogério Piovesano Bartolamei.

Fonte: Agora Laguna
Por: Deivis W. Fernandes / RCnoticia