Home Destaque PM baleado em mega-assalto será promovido por ato de bravura

PM baleado em mega-assalto será promovido por ato de bravura

O soldado Jeferson Luiz Esmeraldino, baleado durante o mega-assalto ao Banco do Brasil, em Criciúma, será promovido pela PM nesta quarta-feira (11). Com a ação, Esmeraldino se tornará cabo por ato de bravura.

A cerimônia marca também a promoção de outros 107 praças da PM e mais 43 oficiais. Atualmente, Esmeraldino é reformado pela PM por incapacidade física. Devido aos ferimentos provocados durante o assalto, o soldado está acamado e recebe tratamento domiciliar onde mora, em Tubarão. Segundo a família, Esmeraldino é acompanhado por técnicos de enfermagem, fisioterapeuta, fonoaudiólogo, nutricionista e outros profissionais de saúde.

- Advertisement -

O Estatuto dos Militares estabelece dois casos em que o militar reformado receberá os proventos do posto superior: quando a incapacidade for resultado de ferimento recebido em campanha ou na manutenção da ordem pública, ou enfermidade contraída em campanha.

Em julho, a PM divulgou que a campanha “Pelotão da Solidariedade”, criada para ajudar o soldado  Esmeraldino, arrecadou R$ 431.776,79. O valor arrecadado será utilizado para aquisição de um imóvel no Centro de Tubarão, e não mais para construção de uma edícula adaptada, conforme planejado anteriormente. Atualmente a família do soldado mora no bairro Passagem. De acordo com o comandante da 6ª Região de Polícia Militar, coronel Evandro de Andrade Fraga, a alteração foi uma solicitação da própria família, para buscar mais segurança ao soldado neste processo de recuperação.

“Conforme a família mencionou, a demanda inicial da construção da edícula foi alterada. A partir de agora buscaremos outro imóvel de acordo com o que a família havia mencionado, em local mais seguro, com conforto, acessibilidade e facilidades como a proximidade com postos de saúde, hospital”, ressaltou a PM.

Fonte: Sul Agora

Por: Deivis W. Fernandes / RCNoticia

- Anúncio -