Plenário da Câmara começa a discutir reforma da Previdência

6

O plenário da Câmara dos Deputados começa nesta terça-feira, 9, a discussão da proposta de reforma da Previdência (PEC 6/19). Aprovada na madrugada de sexta-feira, 5, na Comissão Especial, após 16 horas de debates, o texto precisa do voto favorável de pelo menos 308 deputados em dois turnos de votação para ir à análise do Senado.

Com a aprovação na comissão, as negociações para votação no plenário se intensificaram. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), tem recebido líderes partidários, após um fim de semana de conversas na residência oficial da Presidência da Casa. Nesta terça, às 9h, será realizada uma reunião do colégio de líderes.

- Anúncio -

Otimista com a aprovação da matéria, Rodrigo Maia afirmou que a elaboração do texto que será analisado se deve à capacidade de diálogo e ao equilíbrio do Congresso. “Vamos viver uma semana decisiva. O grande desafio nosso é a votação no plenário. Temos que mobilizar um número enorme de parlamentares, deputados, deputadas, para um tema que é fundamental e decisivo, mas a gente sabe que foi uma construção”, disse Maia em um podcast publicado em suas redes sociais.

Agronegócio

Na semana passada, o agronegócio saiu vitorioso em uma disputa que poderia onerar o produtor rural em milhões de reais. Isso porque a comissão especial da Câmara decidiu, por 23 votos a 19, retirar o trecho do texto que criava uma tributação previdenciária sobre as exportações do agro. Outro ponto que caiu era a impossibilidade de perdão do passivo do Fundo de Assistência ao Trabalhador Rural (Funrural).

Fonte: Notisul

Por: Deivis W. Fernandes / RCNoticia