Home Destaque Panfletos com mensagens apocalípticas e fake news são distribuídos em Orleans

Panfletos com mensagens apocalípticas e fake news são distribuídos em Orleans

A Polícia Militar de Orleans foi acionada, na noite desta segunda-feira, dia 10, para uma ocorrência bastante atípica. O solicitante relatou que, ao chegar em casa, percebeu panfletos colocados em carros nas ruas com fake news, contendo mensagens de cunho religioso e apocalíptico. Não foi possível identificar o responsável ou responsáveis pela distribuição.

Por volta de 50 folhetos foram recolhidos pelos policias, que confeccionaram um Boletim de Ocorrência pelo crime de provocar pavor, anunciando desastre ou perigo inexistente, e praticar ato capaz de produzir pânico ou tumulto. Sendo assim, o caso deverá ser investigado pela Polícia Civil. As pessoas que tiverem informação a respeito do responsável pela distribuição devem acionar as autoridades policiais.

- Advertisement -

Os panfletos pedem que as pessoas tenham cuidado com um “projeto do anticristo”, de documentação eletrônica, alegando que um microchip será implantado na mão ou na testa com o número do CPF, RG ou CNH, sugerindo tratar-se da “marca da besta”. Além disso, acrescenta que quem não aceitar “fará parte automaticamente do povo de Deus”. O texto sugere, ainda, que as pessoas vivam como indigentes. “Não é fácil, mas será por pouco tempo, e a essa altura é a alternativa que nos resta”, pondera.

Caso semelhante

Em outubro de 2016, conforme o site G1, a Procuradoria Geral de Justiça (PGJ) de São Paulo pediu a suspensão de uma lei criada em Santa Bárbara d’Oeste (SP) visando proibir implante de chips eletrônicos em seres humanos. Na ocasião, o fato gerou polêmica.

Assim como nos panfletos distribuídos em Orleans, o texto da lei também utilizava de passagens bíblicas para citar o fim do mundo. A proposta havia sido aprovada na Câmara de Vereadores e vetada pela Prefeitura, mas o veto foi derrubado pelos vereadores, criando a lei em dezembro de 2015. O vereador autor do Projeto de Lei afirmou, na oportunidade, que o fim dos tempos se aproximava e que as leis precisavam se antecipar.

Fonte: SulInFoco

Por: Deivis W. Fernandes /RCNoticia

- Anúncio -