Home Destaque Orçada em R$ 20 milhões, obra da Serra do Rio do Rastro...

Orçada em R$ 20 milhões, obra da Serra do Rio do Rastro terá ordem de serviço na semana que vem

A ordem de serviço para as obras nas encostas da Serra do Rio do Rastro, na SC 390, deve ser entregue pelo governo do Estado na semana que vem. A verba é de R$ 20 milhões, destinada pelo governo federal à Defesa Civil, em projeto que consta como de prevenção de danos, com o intuito de evitar estragos causados pelo deslizamento, especialmente de rochas, sobre a via, o que ocasionaria mais gastos para reparos e apresenta riscos aos veículos que transitam pelo local.

De acordo com o secretário de Infraestrutura e Mobilidade, Carlos Hassler, o governo está em conversas adiantadas com a empresa que fará a obra. A partir da assinatura de contrato, eles têm 30 dias para apresentar os projetos nos 25 pontos que serão trabalhados – cada ponto terá seu próprio projeto. O tempo estimado para a conclusão é de 24 meses.

- Advertisement -

“Vamos verificar se tem detalhes a serem ajustados. Então eles podem iniciar o serviço. Cada ponto terá sua forma de resolução. Esse trabalho de análise vai ser feito ao longo do tempo, eles vão entregando, executando, a gente vai corrigindo. Como o recurso vem do governo federal para a Defesa Civil, tem que ser feito em regime diferenciado”, explicou Hassler.

Sobre o projeto, o secretário reforçou que ele pode sofrer alterações ao longo da obra, devido a problemas que possam ser encontrados durante a execução. “É um anteprojeto, bem detalhado, mas que pode sofrer alterações durante a execução. Na serra, por exemplo, você tem uma ideia de como vai ser, mas pode ser que a rocha se comporte de outra forma ou você esperava que ia usar tal quantidade de material, aí vai interferindo e o projeto sendo melhorado para o serviço ser executado”, esclareceu Hassler.

Durante as obras, o trânsito sofrerá alterações, podendo, inclusive, a pista passar por interdições totais. De acordo com Hassler, o projeto será feito para evitar o máximo possível o bloqueio da via e é possível que a obra seja concluída antes do prazo previsto. “A gente conhece a empresa, acredito que consiga fazer isso em um prazo menor. A comunidade pode esperar que depois de iniciar os trabalhos, vamos ter que interferir o trânsito em alguns momentos, eventualmente até com bloqueios totais”.

A licitação para as obras na encosta da Serra foi aberta em outubro do ano passado. De lá para cá, pelo menos dois casos de deslizamento e interdição aconteceram: um em novembro e outro dia 9 de Janeiro.

Fonte: 4Oito

Por: Deivis W. Fernandes / RCNoticia

- Anúncio -