Home Destaque Operação Hefesto: Mercado de Laguna está entre locais que vendiam carne de...

Operação Hefesto: Mercado de Laguna está entre locais que vendiam carne de cavalo

Um mercado de Laguna está entre os estabelecimentos que vendiam carne de cavalo na região Sul catarinense, segundo investigações da Operação Hefesto.

A operação foi deflagrada pela Polícia Civil no dia 16 de setembro. A maioria das buscas ocorreu nas dependências do CTG Herança do Velho Pai, em Morro da Fumaça. Entre os crimes apurados, estava a possível venda de carnes de cavalo e mula, que supostamente estariam sendo moídas para consumo humano.

- Advertisement -

Além do mercado de Laguna, pelo menos mais dois estabelecimentos foram identificados. São eles um restaurante em Içara e uma lanchonete em Morro da Fumaça.

Ao portal TNSul, de Criciúma, o delegado Ulisses Gabriel, que preside as investigações, informou ainda que particulares também receberam as carnes sem procedência para posterior comercialização. Os nomes dos estabelecimentos não foram divulgados.

Prisões

Nesta quarta-feira (6), a Polícia Civil prendeu o último alvo da Operação Hefesto. Ele estava em Ilhas, no município de Araranguá. Esse foi o sétimo preso da segunda fase da operação.
Na terça-feira (5), seis pessoas já haviam sido presas na segunda fase, desencadeada pela Polícia Civil de Morro da Fumaça, em conjunto com Cocal do Sul e Urussanga, que investigou crimes de receptação, furto de gado, compra e venda de armas e munições e organização criminosa. O inquérito policial já foi concluído e nove pessoas foram indiciadas.

Além do inquérito inicial, outros dois foram instaurados para apurar o crime de agiotagem e outro por lavagem de dinheiro. Após o indiciamento, o Ministério Público ofereceu denúncia no inquérito que apurou crimes contra o consumidor (venda de produto impróprio para o consumo), organização criminosa e crime contra o meio ambiente.

Na denúncia, a promotoria requereu a prisão preventiva dos indiciados, que totalizam sete, e todos foram presos.

Relembre o caso

A Operação Hefesto visou cumprir medidas cautelares decorrentes de duas investigações iniciadas em maio de 2021, que acabaram se conectando, onde eram apurados crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico, receptação, furto de gado, venda de carne de equinos/mula moídos para consumo humano, posse e venda de armas, venda de produto veterinário falsificado e organização criminosa.

A maioria das buscas foi concentrada no bairro Linha Frasson, em Morro da Fumaça. Na oportunidade, cinco pessoas foram presas em flagrante, dois por tráfico de drogas e associação para o tráfico, um por desacato e dois por crime contra o consumidor (ter em depósito carne imprópria para o consumo para fins comerciais) e associação criminosa.

Foram apreendidos 520 quilos de carne (em tese de equino e de bovino), maconha, cinco armas, diversas munições, cheques e dinheiro.

Fonte: Sul In Foco

Por: Deivis W. Fernandes / RCNoticia

- Anúncio -