Home Destaque Novas medidas restritivas serão adotadas em Criciúma

Novas medidas restritivas serão adotadas em Criciúma

Seguindo o exemplo de Florianópolis, que na tarde de ontem anunciou o novo fechamento de academias e shopping centers e a proibição da circulação de pessoas em praias e as atividades ao ar livre, a partir de amanhã, quarta-feira, a Prefeitura de Criciúma deve iniciar uma nova fase de combate ao coronavírus. A Secretaria de Saúde do município começou a registrar novos casos da doença e os números de pacientes com doença ativa e de internações aumentaram nos últimos dias.

Segundo o último boletim epidemiológico, são 577 casos confirmados em Criciúma, havendo 61 internações de pessoas com suspeita e confirmação da doença. Destas, 20 estão na UTI e 41 na enfermaria. Até essa segunda-feira, Criciúma já registrou 11 mortes pelo Covid-19.

- Advertisement -

O fato preocupou o chefe do Executivo Municipal, que gravou um vídeo anunciando a real possibilidade de novas restrições para os criciumenses. “Eu tenho acompanhado nos últimos dias a situação. Nós procuramos flexibilizar, pois gostamos de ver essa cidade crescendo e evoluindo, gostamos de ver o povo trabalhando. Porém, as pessoas não estão colaborando. Não quero fechar o comércio, shoppings, academias, bares e restaurantes, mas, se a população não colaborar, não teremos outra saída”, salientou.

Medidas restritivas devem ser adotadas após uma análise. “Eu pedi ao secretário de Saúde e a toda minha equipe para voltarmos para medidas tão restritivas, não tão drásticas, mas sim o número de pessoas internadas em hospitais tem aumentado, as pessoas estão indo pra UTI”, falou.

De acordo com o secretário de Saúde de Criciúma, Acélio Casagrande, as novas normas não estão definidas. “Teremos novas restrições e anunciaremos aos poucos, não podemos dizer que colocaremos as normas tudo em um dia. Estamos analisando os números com calma e iremos adotá-las após um diálogo com a sociedade, pois tudo é uma construção”, afirmou.

Segundo Casagrande, o fato é muito preocupante. “Isso nos preocupa. Como em todo o Brasil, na nossa cidade os números aumentaram. Temos um número expressivo de confirmações e houve um crescimento exagerado de internações de pacientes com o novo coronavírus”, disse.

Fonte: ND Mais

Por: Deivis W. Fernandes / RCNoticia

- Anúncio -