‘Não há risco de colapso’, diz secretário de Infraestrutura sobre a Ponte Pedro Ivo em Florianópolis

0
142

O medo de uma ruptura das pontes que ligam o continente a Florianópolis é que após 40 anos desde que foram levantadas, as estruturas nunca passaram por uma reforma intensa. Apenas reparos que a população entende como paliativos e as deixam vulneráveis a catástrofes.

O assunto voltou à tona depois que uma placa uma placa metálica da pista da Ponte Pedro Ivo Campos, usada pelos motoristas para entrar na Ilha, levantou cerca de 10 centímetros porque estava sem alguns parafusos.

- Anunciante -

As placas se soltaram por volta das 18 horas e o trânsito ficou completamente parado porque não havia como passar. O trânsito voltou a fluir por volta das 21h50.

Uma equipe técnica do Departamento Estadual da Infraestrutura (Deinfra) realizou os reparos em uma placa metálica da Ponte Pedro Ivo Campos, na noite de quarta-feira,13. Os engenheiros do Deinfra farão uma nova vistoria no local nesta quinta-feira, 14, para verificar a situação das demais placas e parafusos.

De acordo com o secretário de Estado da Infraestrutura, Carlos Hassler, a estrutura não oferece risco de colapso. “A parte estrutural não está comprometida. Estamos trabalhando para garantir a segurança de todos que trafegam pelas pontes”, garantiu.

Ainda nesta quinta-feira, será divulgado no Diário Oficial a empresa que ficou em primeiro lugar no processo licitatório de supervisão das obras de recuperação das pontes Colombo Machado Salles e Pedro Ivo Campos. O prazo para recurso já foi encerrado. A proposta com menor valor foi apresentada pela Engevix,  por R$ 1.335.771,61.

A obra de recuperação das pontes será realizada pela empresa CEJEN Engenharia Ltda., de Curitiba, vencedora do processo licitatório realizado em 2016. O valor contratado para execução é de R$ 29.661.611,40, e o prazo para conclusão é de 24 meses, conforme previsto no edital.

De acordo com o secretário Hassler, as tratativas com a empresa que irá executar as obras já estão em andamento. A expectativa é que a ordem de serviço seja assinada ainda neste mês.

Manifestação

Por conta das placas metálicas estarem soltas na ponte Pedro Ivo Campos naturalmente elas batiam no concreto e faziam muito barulho. O fato registrado por um pescador durante a semana e assustou muita gente.

Incomodados com a atual situação das pontes os moradores de Florianópolis farão uma manifestação no sábado.

O encontro será a partir das 15 horas na Beira Mar Continental para pedir ao Governo do Estado celeridade nas obras de reforma das duas pontes.

Fonte: Notisul

Por: Deivis W. Fernandes / RCNoticia

- Anunciante -