Mulher é presa após confessar que mandou matar marido cadeirante em Jaguaruna

274

Uma mulher de 42 anos e um homem de 28 anos foram presos acusados de matar um cadeirante em junho deste ano, em Jaguaruna. A mulher era esposa da vítima (que aparece na foto) e segundo a polícia, contratou o executor mediante promessa de recompensa pecuniária.

A mulher foi presa na manhã desta sexta-feira (25) em Jaguaruna e encaminhada ao presídio feminino de Tubarão. Já o executor foi detido no dia 16 deste mês em Porto Alegre (RS) após o cumprimento de um mandado de prisão temporária, posteriormente convertida em preventiva. Ele também é investigado pela prática de um outro homicídio no Rio Grande do Sul.

- Anúncio -

Segundo a polícia, ambos confessaram o crime, divergindo apenas sobre o valor negociado para prática do homicídio. Cristian Cardoso, de 45 anos, foi assassinado com um tiro na cabeça dentro de casa, no Centro de Jaguaruna. Segundo uma testemunha, um indivíduo com sotaque gaúcho e com o rosto coberto entrou no quarto da vítima e efetuou o disparo. Ainda de acordo com a polícia, o executor teria revirado o armário do cômodo para tentar simular um latrocínio.

Fonte: SulAgora

Por: Deivis W. Fernandes / RCNoticia