Jovem é agredido com socos e aponta homofobia como motivação, em Braço do Norte

125

Um jovem de 27 anos foi agredido por um homem no bairro Lado da União, em Braço do Norte. O caso aconteceu na última semana e está sendo tratado como homofobia. As agressões foram registradas por câmeras de segurança e, segundo a vítima, teriam sido motivadas por um desentendimento entre o jovem e um vizinho, que é amigo do agressor. As informações são do jornal Diário do Sul.

Nas imagens, é possível ver Luiz Fernando Cruz Carlota levando pelo menos quatro socos no rosto. As agressões só cessam quando ele cai no chão. Segundo a vítima, o caso aconteceu na última quinta-feira (27). “No dia anterior, o vizinho e esse amigo fizeram um churrasco com som alto, tarde da noite, e chamamos a polícia. No outro dia, eles vieram até a minha casa para reclamar. Eu estava falando com a minha mãe pelo celular quando ouvi uma batida na porta. Fui atender e esse amigo dele já chegou me estrangulando e me tirando de casa. Foi quando fui puxado para a rua e agredido. O vizinho estava ao lado dele e não fez nada. Pelo contrário, desferiu palavras de ofensa e riu da minha cara”, explica Luiz Fernando em entrevista ao Diário do Sul.

- Anúncio -

Um pedreiro que estava trabalhando na rua foi quem socorreu a vítima, que chegou a desmaiar e precisou de atendimento médico. “Desde que eu e meu marido mudamos para cá, esse vizinho sempre cisma com a gente. Tenho uma empresa de telefonia e trabalho em casa, com toda a documentação certa, e por causa dele já estou tendo que mudar para continuar os serviços. Registramos um boletim de ocorrência e vamos cobrar por justiça”, ressalta Luiz Fernando. Ele relata que ele e os envolvidos já foram ouvidos pela polícia e que o caso segue na Justiça.

Fonte: Diário do Sul