Home Destaque Jaguaruna: homem devolve veículo que ganhou em rifa para família que realizou...

Jaguaruna: homem devolve veículo que ganhou em rifa para família que realizou o sorteio

O ganhador de uma rifa idealizada por uma mulher de Jaguaruna, resolveu devolver o prêmio à família da moradora da Cidade das Praias que realizava o concurso. O valor obtido com os bilhetes comprados por centenas de pessoas seria destinado ao tratamento de saúde de Janaína Ramos Lopes, de 43 anos, diagnosticada com neuromielite óptica, uma doença autoimune.

Na ação, o vencedor receberia um Peugeot 207, modelo 2011/2012 na cor prata. O veículo era de uso de Janaína, que utilizava o carro para trabalhar antes de ser diagnosticada com a doença. Morador de Balneário Rincão, o advogado Manoel Alexandre, comprou dez cartelas que continham 100 números. Ao saber do resultado do sorteio, o causídico abriu mão do prêmio.

- Advertisement -

Ele destacou que neste momento, a mulher e seus familiares estão precisando do veículo mais que ele, por isso a decisão de devolver. “Nesta vida cada um tem uma missão divina. Deus jamais vai te dar uma missão superior a sua capacidade de executar. Minha missão é levar o mínimo de conforto, saúde, atenção e fortalecimento. Tudo que estiver ao meu alcance para sanar as necessidades mais urgentes de quem cruza o meu caminho. Nada é por acaso, tudo é providência divina”, afirma.

O ganhador do prêmio desejou que a família da moradora da Cidade das Praias possa fazer bom uso do carro. “Ele é de vocês. Só o fato de proporcionar isso para a Janaína, não há prêmio maior. Devolver o veículo é mais que justo. Certamente esse carro não iria mudar a minha vida significativamente, não que não teria valor para mim. Tenho certeza que a vida de todos os familiares terá um significado maior e serão abençoados com isso”, comemora.

Relembre a história:

Janaína foi diagnosticada com neuromielite óptica, uma doença autoimune. Está acamada há pouco mais de um ano e precisa de cuidados constantes, 24 horas. Ela sofreu uma parada cardíaca. Antes de ser diagnosticada com a doença, a conselheira tutelar usava o carro que atualmente é o prêmio da rifa para trabalhar e estudar. O esposo da moradora da Cidade das Praias, a filha de 20 anos e a irmã Mirella Ramos Lopes se revezam nos cuidados da acamada.

A moradora de Jaguaruna passa por sessões de fisioterapia quase que diariamente. A prefeitura só paga uma sessão por semana. Ela também faz fonoterapia particular, o município não disponibiliza o profissional fonoaudiólogo. Os atendimentos são feitos na residência e como a mulher é acamada, os custos saem mais caro. Por causa desses tratamentos ela tem alcançado uma melhora na parte motora. A única renda fixa da família é de Janaína, aproximadamente R$1.3 mil.

 

 

Fonte: Notisul

- Anúncio -