Forte Tufão Hagibis deve atingir o Japão no fim de semana

16

Meteorologistas no Japão alertam que um tufão deverá atingir ampla área do país, desde o oeste até o norte, durante o fim de semana. A Agência de Meteorologia informou que o violento Tufão Hagibis se encontrava próximo às Ilhas Mariana, indo em direção ao noroeste.

A agência afirma que o tufão pode chegar muito perto do oeste e leste do Japão, antes de se direcionar para o norte, ao longo do sábado e domingo. Os ventos se intensificam nas ilhas de Ogasawara, e o mar ficará agitado a partir desta quinta-feira.

- Anúncio -

A agência informou ainda que o Hagibis ganhou intensidade rapidamente em um período de 24 horas, tornando-se o que meteorologistas dos Estados Unidos chamam de supertufão.

O professor Kazuhisa Tsuboki, da Universidade de Nagoya, disse que é raro um tufão ganhar tanta intensidade em apenas um dia. Ele atribui a velocidade do tufão ao fato de ele ter atravessado áreas nas quais a temperatura da água do mar era elevada.

Tsuboki alerta para a possibilidade de o Hagibis manter a intensidade enquanto se aproxima do Japão, já que a temperatura dos mares ao redor do país se encontra mais elevada do que a média.

Transporte e telefonia

A Companhia Ferroviária JR Leste informou que deve suspender alguns serviços de trem neste fim de semana por causa da passagem do tufão na região metropolitana de Tóquio. A companhia japonesa disse que vai anunciar a decisão de possíveis cancelamentos em seu site, nesta sexta-feira (11).

Quatro grandes operadoras de telefonia do Japão estão se preparando para possíveis interrupções nos serviços. As empresas dizem que estão se organizando para enviar estações móveis de telefonia e veículos de fornececimento de energia. Também estão trabalhando para assegurar funcionários suficientes para lidar rapidamente com eventuais problemas.

Um tufão que atingiu o país no mês passado causou blecautes em massa na província de Chiba, perto de Tóquio, e muitas pessoas ficaram sem acesso a serviços de telefonia móvel.

Fonte: Notisul

Por: Deivis W. Fernandes / RCNoticia