Fim de semana dos engarrafamentos na Serra do Rio do Rastro

2

Claro que poucos se arriscaram nas noites e madrugadas, mas bastava o sol começar a brilhar e o movimento tornava-se forte na SC-390 no sábado e domingo. Eram breve os instantes nos trechos onde foi possível trafegar sem reduzir a velocidade ou até parar. Filas e filas para subir e descer a rodovia entre Lauro Müller e Bom Jardim da Serra marcaram o fim de semana mais frio dos últimos anos em Santa Catarina.

Era tanta gente buscando as belezas ocasionadas pelas baixas temperaturas que os 6 quilômetros mais sinuosos, que podem ser vencidos em 15 minutos nos dias mais tranquilos, consumiram até 45 minutos em momentos mais críticos.

- Anúncio -

Uma das curvas preferidas dos turistas, a do quilômetro 405, era a que mais apresentava gelo grudado ao paredão, formação que se concretizou com os -3°C acusados na noite de sexta-feira e na madrugada em que os homens da Polícia Militar Rodoviária (PMRv) lutaram horas a fio, fazendo uso de mais de 130 sacas de 25 quilos de sal cada, para remover o gelo da pista e permitir a reabertura da SC-390, o que só foi possível depois das 10h de sábado.

A partir do quilômetro 405 para baixo estava a maior fila constantemente em boas partes do fim de semana. Era uma barreira para quem mirava o topo logo e, claro, visava passar pelos paredões congelados para as fotos, que fizeram o sucesso das últimas horas nas redes sociais. No sentido oposto, para quem descia de Bom Jardim da Serra, o limite com Lauro Müller, em seguida da saída do Mirante, já era o primeiro ponto de engarrafamento. Dali, os carros seguiram lentamente por algumas centenas de metros.

Lembranças não faltam de um fim de semana em que os negativos dos termômetros esquentaram uma região que pulsa em função do frio.

Fonte: 4Oito

Por: Deivis W. Fernandes / RCNoticia