Embarque de gado vivo é realizado pelo Porto de Imbituba

2

Desatracou do Porto de Imbituba na madrugada desta quinta-feira (21) o navio ADEL I, 3ª exportação de bois vivos por um porto catarinense em 2019. Desta vez, 3.790 terneiros foram embarcados com destino a Turquia, principal importador de bois em pé do Brasil, e o Iraque. Com essa operação, o único porto que opera cargas vivas em Santa Catarina já soma o envio de aproximadamente 12.400 cabeças de gado este ano.

A operação iniciou na manhã de quarta-feira e terminou ainda na noite do dia 20. O embarque foi acompanhado por servidores da SCPar Porto de Imbituba, Autoridade Portuária, e pelos órgãos intervenientes, tais como o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA). Durante o dia, os diretores do Porto, Jamazi Alfredo Ziegler, diretor-presidente, e Alexandre Pinter, diretor administrativo, comercial e financeiro, realizaram uma visita ao cais para acompanhar in loco a operação. A Agência Marítima Imbituba (AMIL) agenciou o navio e fez o despacho aduaneiro da carga e a empresa Simetria Logística realizou a operação de embarque no Porto.

- Anúncio -

Os animais que vão abastecer o mercado euroasiático vêm de propriedades rurais catarinenses. Antes de serem embarcados, os gados ficam em quarentena durante 21 dias no Estabelecimento Pré-Embarque (EPE), localizado a 15 minutos da área portuária. Além de questões sanitárias, também é fiscalizado o cumprimento de pré-requisitos de bem-estar animal. Durante as etapas de preparação e exportação de animais vivos são consideradas as recomendações descritas no Código Sanitário para os Animais Terrestres, da Organização Mundial de Saúde Animal (OIE).

O primeiro lote de terneiros foi embarcado pelo Porto de Imbituba em maio de 2016. Na ocasião, 4,2 mil bovinos foram enviados à Turquia.

Fonte: Notisul
Por: Deivis W. Fernandes / RCNoticia