Em Braço do Norte: autor de fake news eleitoral é identificado

63

Justiça retirou do ar perfil no Facebook e, agora, Ministério Público quer atuação da Polícia

As eleições municipais ainda não iniciaram oficialmente, mas os ataques virtuais já puderam ser vistos nas redes sociais do Município de Braço do Norte.

Na última sexta-feira (21), a 44ª Zona Eleitoral de Braço do Norte publicou decisão do Juiz Eleitoral, o qual determinou que a Polícia apure a conduta de C. E. de O. C., dono do perfil e autor das fake news.

Com o uso do pseudônimo “Radar BN”, por meio de um perfil no Facebook, o autor passou a atacar o Prefeito de Braço do Norte e pré-candidato à reeleição, Beto Kuerten Marcelino, além de seu Chefe de Gabinete, Ramon Beza, e o Supervisor de Compras, Wando Furlan Ceolin.

O PSD de Braço do Norte representou o caso à Justiça Eleitoral, que considerou propaganda irregular negativa e determinou, por meio de liminar, que o Facebook retirasse o perfil da internet, além de trazer as informações do IP de acesso do perfil “Radar BN”.

Segundo o advogado do partido, Maicon Schmoeller Fernandes, com o IP informado pelo Facebook, foi localizado o provedor. “E, por meio deste, se identificou o nome, endereço e CPF do autor dos ataques ilegais”, afirma.

Conforme Maicon, o Ministério Público Eleitoral viu, inclusive, que a conduta pode configurar crimes previstos no Código Eleitoral. “Razão pela qual o próprio Ministério Público pediu à Justiça Eleitoral que o caso fosse encaminhado à Polícia”, explica.

Em casos de crimes eleitorais, a competência para investigação é da Polícia Federal.
Cada postagem ilícita pode render ao autor multa de 5 mil a 25 mil reais, além da possibilidade de responsabilização por crimes que tem pena de até 08 anos.

Fonte: Notisul

Por: Gelson Padilha/RCNoticia

- Anúncio -