Home Destaque Dois homens vão a motel e se negam a pagar a conta...

Dois homens vão a motel e se negam a pagar a conta em Orleans

Dois homens estavam em um motel, na localidade de Barzan, em Orleans, por volta das 13 horas desta quinta-feira (14), quando um deles começou a passar mal. O outro ligou na recepção e pediu ajuda. A funcionária chamou a proprietária e ela acionou o Samu. A ambulância foi ao local, realizou os primeiros socorros e levou o homem para atendimento no Hospital Santa Otília. O outro homem que estava com ele ficou no motel e foi informado de que precisaria arcar com a conta. Mas ao ser informado da dívida, ele falou que não tinha como pagar. A mulher, então, acionou a Central Regional de Emergências (CRE) e uma viatura foi ao estabelecimento para intermediar a situação.

Quando ele percebeu que ela ligava para a polícia, empreendeu fuga. O homem saiu em disparada, pulou o portão dos fundos do motel e evadiu-se para um matagal. Dois outros homens que passam por ali viram a situação, o encurralaram e o seguraram até que a chegada da viatura. Conforme seu relato, ele e o amigo foram ao motel consumir cocaína, mas após algum tempo o amigo começou a passar mal. Foi quando ele pediu ajuda e o Samu foi chamado. Ele também confirmou que fugiu por causa da conta. Os policiais foram até o Hospital Santa Otília para falar com o outro homem.

No local, descobriram que ele foi atendido, mas deixou a instituição sem autorização médica. Com a identidade do homem, a guarnição foi até sua casa. O homem relatou aos policiais que estava com um princípio de overdose e que teria sido alvo de omissão de socorro por parte da equipe do HSO. Os PMs retornaram ao hospital e conversaram novamente com os funcionários. Eles confirmaram que ele foi atendido, mas não teve overdose. Os dois foram levados para a Delegacia de Polícia Civil de Criciúma. A motocicleta que eles chegaram ao motel foi deixada sob a responsabilidade da proprietária do estabelecimento, que ficou como depositária fiel até que um deles retorne para pagar a dívida.
Fonte: Notisul
- Advertisement -
- Anúncio -