Home Destaque Aislan Crozeta Corrêa, de 32 anos, morre vítima da Covid-19 em Içara

Aislan Crozeta Corrêa, de 32 anos, morre vítima da Covid-19 em Içara

Paciente de 32 anos que morreu no Hospital São Donato por Covid-19 não estava no grupo de risco

Ele era residente de São Ludgero; hospital chegou a usar cloroquina para tentar salvá-lo.

- Advertisement -

O Hospital São Donato (HSD) confirmou na manhã deste sábado, dia 4, mais uma morte por coronavírus na região. Trata-se de um homem, de 32 anos. Ele era residente de São Ludgero, recebeu o primeiro atendimento no hospital de Braço do Norte e precisou ser transferido para Içara, onde permanecia internado até a madrugada de hoje, quando o óbito foi confirmado. O paciente não tinha nenhuma outra doença que o colocava no grupo de risco.

“Ele estava internado fazia uns 17 dias. Quando chegou aqui no hospital foi colocado direto na UTI em respiração mecânica, depois passou para coma induzido e o quadro foi piorando. Foram feitos todos os procedimentos cabíveis para tentar salvar ele, até uso de cloroquina, mas não surtiram efeito”, afirmou o diretor-administrativo do HSD, Júlio De Luca.

No Hospital São Donato uma mulher, de 30 anos, está internada. O caso dela é ainda considerado suspeito. “É a única pessoa ainda em tratamento por coronavírus no hospital. Ela chegou a ir para a UTI, mas agora já está na clínica e se recupera bem. O exame dela ainda não foi analisado pelo Lacen”, disse De Luca.

Inicialmente, o diretor-administratifo do HSD havia informado ao Portal Engeplus que o paciente que veio a óbito esteve em uma festa em Braço do Norte, onde teria contraído a doença. Mas a assessoria de impensa da Prefeitura de Braço do Norte corrigiu a informação, afirmando que o contágio do homem não tem relação com a confraternização onde outras três pessoas foram diagnosticadas com a Covid-19.

Confira nota do HSD: Içara SC

O Hospital São Donato lamenta a morte de um paciente com coronavírus às 5h50 deste sábado, dia 4. Foram quase 15 dias de luta pela vida. O homem, de 32 anos, não tinha patologias associadas, estava sob ventilação mecânica e teve uma parada cardiorrespiratória.

O exame havia sido coletado anteriormente a transferência para a Unidade de Terapia Intensiva e o resultado para o COVID-19 foi confirmado durante o tratamento, desde o início, realizado em isolamento. Neste momento, nos solidarizamos com a família e também com a equipe que não mediu esforços para que o fim dessa história fosse de retorno para a família.

Em meio a pandemia de coronavírus, o HSD atendeu dois pacientes na UTI com diagnóstico conclusivo. O primeiro caso, de 52 anos, recebeu alta hospitalar em 18 de março para isolamento domiciliar e acompanhamento da Vigilância Epidemiológica de Braço do Norte. Por ora, o HSD tem somente uma mulher de Içara sob suspeita. Ela possui 30 anos e aguarda o resultado do exame em leito de isolamento fora da UTI.

Santa Catarina tem 301 casos confirmados da doença.

Até esta sexta-feira (3), o Estado registrava cinco mortes, segundo boletim divulgado pelo Governo do Estado. O óbito do morador de São Ludgero deve ser divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde no próximo boletim.

Nesta sexta-feira, o Ministério da Saúde anunciou que o Brasil registrou o maior número diário de mortes em decorrência do novo coronavírus.

Segundo os dados, 60 pessoas morreram entre quinta e sexta, totalizando 359. Já a quantidade de casos confirmados é 9.056, com crescimento de 1.146 infecções em um dia.

Fonte: Engeplus e Notisul

Por: Gelson Padilha/RCNoticia

- Anúncio -